sexta-feira, 15 de maio de 2009

World Press Photo 2009


O World Press Photo está em Amsterdão. Esta foi a imagem vencedora. O meu primeiro pensamento foi "O que tem esta foto de especial? Mais uma cena de guerra..." Ao que parece, sou um exemplo vivo do que o júri do concurso quis que acontecesse.
Esta parece uma foto tirada num local de conflito, onde as casas estão destruídas, onde as pessoas andam de armas em punho com medo que, de um qualquer canto, salte um inimigo. Na realidade esta foto foi tirada nos EUA, mais concretamente em Cleveland, e conta a história de uma casa devastada não pela guerra, mas pela crise do crédito. Os donos deixaram de a poder pagar, foram despejados e a polícia tem de verificar se a casa está realmente vazia, se não há armas, se um sem-abrigo não a ocupou... de arma em punho.
"It looks like a classic conflict photograph". "You have to go into it to find out what it (really) is." "We need a new language, to learn how to illustrate our lives." São palavras do júri do concurso, eu não as conseguia escrever mais tocantes. Depois de achar a foto insípida, a mensagem por trás dela acertou-me como um murro no estômago.*
* imagem e citações retiradas do site do World Press Photo.

2 comentários:

Antígona disse...

A verdade é que sem a legenda esta foto não seria nada. O que equivale a dizer que o velho slogan de "uma imagem vale por mil palavras" está a ficar fora de moda.

Goldfish disse...

Eu nunca acreditei muito nessa teoria... Uma imagem sem explicação pode ser completamente distorcida pela nossa imaginação. Por outro lado, às vezes, faltam palavras para descrever uma imagem poderosa. Venham as duas de mão dada, especialmente no que à informação diz respeito, para evitar equívocos!
Voltando ao World Press Photo, talvez tenha razão quanto ao valor da imagem vencedora, foi também a minha primeira opinião, mas talvez a ideia de juntar à imagem a sua (esta) explicação merecesse, por si só, um prémio...