sexta-feira, 27 de março de 2009

As duas facetas do Manneken Pis

Toda a gente conhece o Manneken Pis, o simpático boneco anão que faz a sua chichoca numa esquina de Bruxelas. Pelo menos já ouviram falar, porque vê-lo às vezes é complicado... Eu mesma (adoro estas duas palavrinhas juntas) andei, com umas amigas, para trás e para a frente duas vezes na rua onde o mijão se encontra sem dar com ele! Primeiro, como já frisei, o boneco é anão. Segundo, tem permanentemente uma trupe de japoneses à frente, todos de máquina fotográfica em riste, a flashar o pobre. Terceiro (e talvez devesse vir em primeiro lugar), no lado oposto da rua (e estamos a falar de uma rua estreita, sem trânsito) há uma daquelas chocolaterias belgas que têm na montra uma fonte de chocolate derretido que exala uns vapores tão deliciosos que toda a gente normal olha imediatamente para o fluxo de chocolate e não para uma qualquer trupe de japoneses (atrás da qual se esconde o Manecas)!

Mas só quem já veio à Holanda conhece a outra faceta do simpático incontinente - faz (segundo os holandeses porque nunca provei) as melhores batatas fritas do mundo! E perguntaria um qualquer português com toda a razão: "Mas nesse restaurante só as batatas fritas é que prestam? E o resto? Os bifes são tenros, pelo menos?". Acontece que o Manneken holandês é famoso pelas suas patates frites porque serve - apenas e só - patates frites, devidamente enfiadas num cone de papel tipo "quentes e boas" e acompanhadas com uma generosa colherada de maionese (há outros molhos, mas a maionese é claramente a favorita). Ah, e estas batatinhas comem-se... ao lanche! Sim, é vê-los às 4h ou 5h da tarde agarrados ao seus cones engordurados com uns garfinhos liliputianos a espetar as batatas e a molhá-las generosamente na molhanga...

Vão perdoar-me os adeptos do "em Roma sê romano" mas batatas fritas, com maionese, ao lanche? Não, obrigada!

1 comentário:

momentU disse...

Sim, sim!!! Eu aceito! nham, nham