quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Como traumatizar uma criança

.
Franja e cabelo escadeado fazem de qualquer ser uma menina. Perguntem ao Paulo que hoje confundi com uma Paula numa aula do 3º ano se não é verdade...
.

4 comentários:

Clau disse...

Mas hoje em dia eles gostam de ser confundidos com as meninas. É que pelo que tenho visto entre adultos nos transportes públicos (e na rua também) embora eu seja pessoa de estar mais dentro de jaula, os homens cuidam-se bem melhor que as mulheres. E, dito isto, duvido que seja para as atrair. Nenhum homem cuidado e bem vestido e bem penteado e cheiroso (uii, às vezes apetece-me dar-lhes uma bela fungada de tão bem que cheiram) quer como companheira uma tipa com corte de cabelo de há 2 anos, sem qualquer gosto no que toca a escolher a fatiota, desmaquilhada e que se leitora assídua da revista Maria...

Goldfish disse...

Olha que é uma criança, não um homem, Clau! E pela cara dele não gostou nada de ser confundido - está apenas resignado pois, com aquele cabelo, não fui a primeira nem certamente serei a última a confundi-lo com uma menina!

momentU disse...

tu para aí cheia de remorsos e a esta hora está o Paulo em casa entretido a brincar com a sua Barbie...

Clau disse...

Eheheheheeh!