segunda-feira, 13 de maio de 2013

Pedir não custa e andar já eu ando

.
Eu sei que, no que interessa mesmo a sério tenho uma sorte descomunal e posso dizer que nasci com o rabo virado para a lua - apesar de àquela hora não haver lua sobre Lisboa. A gravidez tem sido mais uma prova. Das "pequenas" maleitas de grávida aos graves problemas de uma gravidez, não houve (quase) nada a apoquentar-me. Não tive dores nas costas, incontinência, ciática a sério, enjoos, azia, não vomitei uma única vez, durmi noites inteiras até às 34 semanas (mesmo agora, levanto-me duas vezes), não tive contrações - nem das sérias nem das de brincar - não tive hemorragias, diabetes, tensão alta, resultados dúbios nas ecografias, ameças de aborto, nem nenhuma outra coisa que me incomodasse. Nem agora, quando empurro uma bola de Pilates à minha frente. Mas, se não for pedir demais à sorte, agora precisava que o puto encaixasse a tola na minha pélvis e que tudo o que o impede de sucumbir à lei da gravidade começasse a dar de si, que andar sobre dois presuntos que apenas consigo enfiar numa das sandálias que possuo já está a chatear-me e agora parece que as mãos vão pelo mesmo caminho dos pés e estou com medo do que pode acontecer-me à cara. Muito obrigada.
.

8 comentários:

macaca grava-por-cima disse...

eu nem essa retenção de líquidos tive. O puto lá encaixou a tola na pélvis, mas diz q estava transverso e como não fiz a dilatação toda vai de cesariana. Mas correu tudo bem e isso é o que importa!

Guilhim disse...

Eu estou contigo... nada de nada... a não ser a azia que se atura relativamente bem. Mas ainda não cheguei a essa fase de a querer a todo o custo cá fora... Aliás, o mal que tenho dormido não é culpa da gravidez mas antes dos filmes que faço quando penso que a tenho de parir... A esperança é saber (por ti) que mais umas semaninhas e só quero que o dia D aconteça!

Como deve estar para muito breve, desejo-te uma hora muito pequenina e que o parto seja uma continuação da tua gravidez santa!

Beijinhos grandes e muita força e muita sorte!

Clau disse...

... ia perguntar como andava isso.. pelos vistos andas toda "inchada". Cantar de Galo dá nisso.. vais que tudo corre bem.. e o puto enfia a cabeça onde voces querem e o catano... Beijos e boa hora! ;)

PS - A minha palavra para não provar que sou um robot é "labour" LOLOLOL

Goldfish disse...

pois, essa é outra fase, macaca; por enquanto só peço isto!

Pelo que vejo de outras gravidezes, não nos podemos queixar MESMO. Mas acho que não temos grande diferença de datas, eu tou para 5 de junho. E a minha teoria para o parto é: agora tem mesmo de sair por isso que se despache. Obrigada e igualmente!

"Labour" serve-te que nem uma luva, Clau. Nem me tinha apercebido do teor da conversa mas, realmente, para quem não tem filhos nem está prestes a tê-los estes termos são lindos...

Goldfish disse...

Ai, agora a ler outro blog é que me veio à cabeça o outro significado de "labour"... O mais óbvio neste contexto! Cérebro de grávida sofre. E nem sabia que o aquário também pedia esses comprovativos chatos, se descobrir como se tira, é já.

Clau disse...

Não, deixa lá que assim não levas com uma carga de spam em cima! .. Pois, o labour era mesmo labour - parto.. :P

(Desta vez a palavra é Remarkable!)

Rita Maria disse...

Já só faltam duas semanas, não é?

Goldfish disse...

Duas semaninhas... Ou menos!