domingo, 19 de maio de 2013

A minha alma está parva

.
Mas muito, muito, muito contente! Como diz a Ursa, triste é não ter família, não ter quem chamar pai ou mãe, ou pais ou mães, não ter uma casa ou perder a que temos porque a mãe ou o pai (o que tinha os direitos) morreram e legalmente a outra pessoa que conheceram como família não tem direitos, importância. Preocupem-se se os adoptantes são pessoas íntegras, capazes e com amor e paciência para dar e não com quem se deitam todas as noites.
.
P.S.- quando tiver acesso a um internet explorer que me permita colocar links, etc., corrijo o post. Não que alguém não saiba do que falo ou quem é a Ursa... - Feito.
.

3 comentários:

Clau disse...

Xiii, estamos em sintonia, que eu estava para agora escrever algo sobre esse mesmo assunto. Só que para mandar algumas pessoas ao crl! Porque hoje li uma coisa que me deixou PARVA.. mais do que aquilo que a tua alma ficou. Alguém que deveria ter juízo, ainda para mais sendo jornalista, afirmar que era um crime tal coisa vir a ocorrer, porque, certas pessoas eram tarados e só esperavam pelo altura certa para atacarem os filhos adoptivos. Pufff, como se os heterossexuais não fossem os maiores predadores que por aí existem... Enfim, estás a ver a onda de pensamento?? É exactamente isso..

Goldfish disse...

Há ainda demasiada gente a confundir pedófilo com homossexual - o que só prova que não olham para o que está à vista de todos, havia algum homossexual nos jeitosos da Casa Pia? É triste, mas pode ser que cheguemos lá com passinhos de bebé.

Woman Once a Bird disse...

Aproveito para desejar muita sorte para o parto que se aproxima .