segunda-feira, 18 de março de 2013

Já não chegavam as ideias de antanho, ainda inventam novas

.
Há dias lia na internet que dá azar ser a própria mãe a montar o berço ou cama do filho. Comentei mais* esta crendice com o mariducho, orgulhoso espécime possuidor de quatro pés e cuja ajuda no departamento IKEA é carregar (já não é mau, só a cómoda ultrapassava os 40 kgs), que respondeu imediatamente: "Mas essas superstições não é suposto virem de ideias do passado? Que mãe é que montava berços no tempo das nossas mães ou avós?"
.
* soube há tempos que o mais provável é vir a ter um ursinho em vez de um bebé, pois encostar a Luna (ou outros animais, não vamos traumatizar a bicha) à barriga origina sinais peludos no local tocado.
.

5 comentários:

Antígona disse...

Os disparates em que certas pessoas acreditam! LOL

diasdetelha disse...

Deixa lá, eu vou ter um lobisomem, farto-me de encostar os meus gatos à barriga. E acho que se deixar o homem montar o berço sozinho a coisa se desmonta da primeira vez que lá puser o puto ;)

R. del Piño disse...

Aproveita essas superstições para mandar vir uns amigos altruístas ajudar-te. ;-)

Goldfish disse...

São colecções inteiras de parvoíces, Antígona!

Um dos meus medos com a montagem do berço é mesmo essa. 4 pés, é o que te digo.

R., eu e a minha mãe já somos especialistas. Depois de o puto nascer estamos até a pensar em iniciarmo-nos num roupeiro! :D

Clau disse...

.... certo...