quarta-feira, 2 de novembro de 2011

(AFINAL) Há esperança para o futuro deste país

.
O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Alexandre Miguel Mestre acredita que «Se estamos no desemprego, temos de sair da zona de conforto e ir para além das nossas fronteiras». Aparentemente, vários jovens concordaram com ele no Facebook. E, mais ainda, no Inferno - olha que lógico.
.


A Rita excedeu-se: eu sei que ultimamente não falta o que nos faça rir de tristeza na política deste país, mas este texto ultrapassa tudo, tudo o resto. Rita, lembras-te de me teres perguntado há uns tempos o que nos faria sair do desânimo e desesperança em relação à governação deste país? Deste tu (e as pessoas que no Facebook aparentemente estiveram na origem deste texto) a melhor (a única?) das soluções: a emigração. E não a nossa.

.

4 comentários:

Rita Maria disse...

E no entanto parece-me tao pouco provável que sejam eles a emigrar...

Goldfish disse...

muito, muito pouco provável.

Blondewithaphd disse...

O problema é que a emigração é sempre a cura para os nossos males...

Clau disse...

... contudo não deixa de ser escandaloso que um secretário de estado afirme tal coisa. Mal comparado com o tipo de jogo da tenista Caroline Wosniacki: nunca sai da sua zona de conforto, mas quando o faz, consegue ser realmente boa, e acaba por mostrar o melhor que tem em si. Assim sendo subentendo isto como um incentivo a mostrarmos o quão bons somos, mas lá fora. Se Portugal não nos tem nada a oferecer, o que iríamos nós oferecer a Portugal? (É pescadinha de rabo na boca)...