quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Viver na Ajuda

.
É ouvir ao (não assim tão) longe o berro de uma cigana que chama o filho da janela porque está na hora de ir para casa. 
.
P.S. - Não percebo o nome mas nos idos de 80 era "Ó Beeeeta!" que se ouvia. Hoje é provável que chame um Zidane ou um Santiago. True names.
.

4 comentários:

Clau disse...

Isso é que é bonito. A Ajuda, para mim, é mais uma daquelas zonas de "limite" da capital... Tal como a Pontinha, ou a Ameixoeira, ou as Portas de Benfica. Parece que não, mas o tipo de bairro é um tanto quanto diferente...

Goldfish disse...

Bota diferente nisso!

Clau disse...

A Ajuda "contém" dois dos últimos moinhos da região de Lisboa - o oturo encontra-se junto ao Aqueduto em Benfica (S. Domingos)... (Não sou um robô)...

Goldfish disse...

E o parquinho em redor dos moinhos é bem catita. E com boa vista também. Eu adoro ver o Galo e o Palácio da Ajuda iluminados à noite pela janela da sala.