sexta-feira, 18 de abril de 2014

.
Estou farta. Farta destes assassinos em potência que a "justiça" deixa à solta para se transformarem em assassinos de verdade. Estou cansada de juízes que assobiam para o lado, e que deixam estas bestas à solta para matarem quem os deixou porque já não aguentava viver ao lado de um espancador. Estou enjoada de ler estas notícias em jornais, de os saber por aí à solta, porque a merda da justiça deste país assim o permite. Manuel Pinto Baltazar, o anormal que ontem matou duas pessoas, foi para casa com uma pulseirinha electrónica. Imagino que também lhe tenham recomendado (vivamente, talvez com um indicador em riste, para dar um ar austero) que não chegasse perto da mulher que, até ali, tinha sido o seu saco de pancada. A justiça não é cega, é estúpida. Porque apela à consciência que um cabrão de um tirano não tem. Por isso está a levar com a tal "recomendação". Infelizmente não há quem proteja estas mulheres. E casos destes só lhes dão menos confiança para denunciar os abusos de que são vítimas. O nosso país não protege ninguém e ainda faz vista grossa a modelos neandertais de relações.
.

3 comentários:

Anónimo disse...

Espero que vejas o meu comentário. Percebi hoje - creio que a data te é familiar - que não tenho forma de vos contactar, roubaram-me o tlm e perdi mtos dos numeros. Fica aqui um beijo grande para a familia peixinho agora alargada a mais um membro que eu ainda não conheci mas que tenho grande vontade. Espero que ainda te lembres de quem sou e que entrem emcontacto comigo em breve.Tenho saudades vossas Gata2000

Goldfish disse...

Alô!

Claro que me lembro, a cabeça já não é o que era mas não está assim tão mal! Mas descobri que eu também perdi o teu número, mas o mariducho deve ter. Falamos em breve, beijos para vocês

Clau disse...

.... and the beat (em todos os sentidos) goes on... :(