quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Fora d'água, sem dúvida

.
E agora quem tira a amesterdammer que se instalou e criou raízes em mim?

Do alto da minha colina olho em redor e sei que não vou a lado nenhum de bicla e não é por terem conseguido rebentar-me o pneu da frente na mudança ou por no meu prédio (coisa estranha) não haver bomba de encher pneus comunal. Saio de casa e a pobre cachorra tem de se contentar com andar às voltas por 3 prédios, ou arrisca-se a ter de me carregar às costas para voltarmos para casa. O calcanhar direito queixa-se enquanto não volta a ganhar o calo de conduzir todos os dias. Tenho de re-aprender a fazer a lista de compras, de modo a que as mesmas me durem, no mínimo, 3 semanas. Morar em Lisboa, Lisboa, não é o mesmo que morar em Amesterdão, Amesterdão - tudo está longe e não há forma eficiente de lá chegar sem ser de carro. E a diferença que há em ganhar malzito na Holanda e ganhar mal em Portugal?!? Em compensação, hoje já há jantar combinado com a prima do coração. Noves fora os almoços e lanches do fim-de-semana e feriado. Ah, pois é, e foi feriado, coisa que lá nos Países Baixos só lá para o Natal... É que enquanto em Amesterdão também ninguém tirou a lisboeta que há mim!
.

12 comentários:

Gi disse...

Em Lisboa há bairros em que é tudo longe e bairros em que é tudo perto; se lá voltar a morar quero um dos últimos ;-)

Blondewithaphd disse...

Ai como te percebo, caramba!

Goldfish disse...

Gi, infelizmente neste momento não há escolha, é o que há!

Blondie, e tu vives para lá do sol posto, nem quero pensar...

Clau disse...

Estás em que zona de Lx?? De qualquer das formas, welcome back, ou não... diz hoje o jornal I que o PM vai demitir-se a 29 Outubro. Grande timing para regressares à nação-berço! =P

Goldfish disse...

Ajuda city, Clau... A única vantagem é ser uma zona de rocha e não abanar em caso de terramoto. Com ou sem PM, com ou sem condições, ao menos que seja bem-vinda, hã! ;)

Clau disse...

LOLOL... o mais importante de tudo é estares, e paço a citar-te: "ser uma zona de rocha e não abanar em caso de terramoto." Isso sim, já de si é um óptimo pronuncio.

Rita Maria disse...

A tua identidade vai crescendo em complexidade...nada se perde, tudo se transforma! :)

PS: E acho que a Ajuda tem imensa pinta, nao é só a rocha.

Goldfish disse...

Ainda bem que achas, Clau.

É verdade, Rita! O que uma pessoa acumula, devagarinho, sem dar conta, é impressionante.

Pipoca disse...

Beijinho grande amiga peixe, sera que voltaste a estar dentro de agua? Pelo menos aqui tens muita agua! Se achares que o Rio nao chega tens sempre o mar!

Gi disse...

Welcome to paradise.

Goldfish disse...

Pipoquinha, eu estou dentro d'água quando estou com pessoas como tu!

Sinto a ironia, mas, nevertheless, obrigada, Gi!

Andorinha disse...

Ninguém é capaz de tirar a Lisboeta que há em nós, e eu nem nasci em Lisboa. E ainda hj no Norte me chamam Moura e vice-versa, isto malta que cá vive. E nem imagino o meu dia-a-dia numa volta pra PT com cães às costas e isto que aqui tá uma temperatura e um tempo que nem se pode, e só eu sei as saudades q tenho de Lisboa e do Tejo. Só eu sei.